quarta-feira, dezembro 04, 2013

Direção ofensiva e afins...

Quando digo que quero aprender a dirigir ofensivamente e fazer um curso de direção ofensiva, vem todo mundo me corrigir dizendo que é direção defensiva. Parece que essas pessoas não são bem informadas, aí eu tenho que ficar explicando que existe isso e aquilo. Haja paciência!

Dirigir defensivamente é planejar todas as ações pessoais com antecedência, a fim de prevenir-se contra o mau comportamento de outros motoristas e diminuir os riscos de acidentes em pista com condições adversas , como dirigir com chuva, neblina ou cerração, à noite ou com luz em excesso. Todas essas situações podem prejudicar o real desempenho do motorista. A cada dia aumentam o número de acidentes de trânsito provocados por falhas humanas, diante do fato usamos uma máxima na direção defensiva que é bem clara "O bom motorista é aquele que dirigi por si e pelos outros".
A direção evasiva é um conjunto de técnicas e manobras realizadas em situação de emergência, como acidentes de trânsito, surpresas na pista, emboscadas para seqüestros ou roubos. Estes conhecimentos são de fundamental importância para aqueles que se preocupam com a segurança preventiva, são aconselháveis ao motorista particular, ao agente de segurança pessoal ou até mesmo ao motorista comum. As técnicas de direção evasiva, utilizadas por exemplo com um carro blindado diminuem as chances e os riscos de você se tornar vítima dos criminosos.
A direção ofensiva é a utilização do veículo como instrumento de ataque, ou seja, em uma situação de emboscada ou perseguição, você irá "bater" em pontos específicos no carro inimigo, para provocar um acidente e imobilizar o veículo agressor.
Em direção defensiva, evasiva e ofensiva o treinamento é 10% teoria e 90% prática. Não adianta falar em giro de 180º de frente e de ré (cavalo de pau) ou slalon (zigue-zague) ou ainda sobre utilização dos freios ABS só na teoria. O conceito aqui apresentado é para o leitor ter uma idéia das técnicas existentes e que podem melhorar sua segurança.
É aconselhável que motoristas particulares e agentes de segurança sejam capacitados para realizar manobras que possam surpreender os marginais e fugir da emboscada. Para tanto, é necessário conhecimento aprofundado dos tipos de direção na condução do veiculo e que tenha rapidez de raciocínio e reflexos.
Para aqueles que não possuem escolta de agentes, e nem motorista particular, é recomendável aumentar suas habilidades na direção realizando algum curso deste tipo. Veja mais algumas dicas:
- O ajuste do cinto de segurança e do encosto de cabeça e o banco numa posição confortável são técnicas de direção simples, porém, fundamentais na condução do veículo ;
- Segurar o volante de forma correta é muito importante. Por exemplo, imagine que o volante é um relógio, segure-o como se seus braços fossem ponteiros marcando 14h45 ou 09h15hs, esta posição é o principio para qualquer manobra e controle do veículo;
- Atenção aos acontecimentos à frente do veículo: colisões, incêndios e obstáculos na pista; é importante ter sempre 200 a 300 metros livre à frente;
- Evite a permanência atrás de veículos lentos como ônibus, caminhões ou mesmo caminhonetes que possam dificultar a visão;
- O condutor deve estar sempre alerta a tudo, enxergar longe, antever situações. Quem está à frente ? Atrás? Aos lados? Enfim, estar atento a qualquer veículo que pareça segui-lo;
Lembre-se: a prática e o treinamento levam à perfeição, a habilidade do motorista se desenvolve por meio de aprendizado. Ver, pensar e agir com conhecimento, rapidez e responsabilidade são os princípios básicos na direção defensiva, evasiva e ofensiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ficarei feliz em saber sua opinião