quinta-feira, agosto 15, 2013

Casinha do filme UP

Ando muito aborrecida da vida.
Meu vizinho está construindo sua casa, e pra construir casas precisa-se erguer paredes. Malditas paredes que vão acabar com a minha vista de céu estrelado, com a minha visão dos dias de sol. Sol. Sentir o calor do sol na minha pele tem sido uma coisa rara desde que meus pais colocaram a cobertura na casa. Pedi tanto para não cobrirem a casa toda, mas ninguém me ouviu. Não bate sol em momento algum. Minto. bate sim, por uma hora ou duas num canto da laje, até que o sol vire no céu e a sombra reina.
 
Estou me sentindo aquele velinho do filme de animação UP. Como eu queria ter balões. Como eu queria uma casa no meio de um bem largo com o sol me acordando pela manhã no vidro da janela, ou a chuva visível molhando a terra – disse terra, barro, grama, plantas. Odeio área urbana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ficarei feliz em saber sua opinião