segunda-feira, março 03, 2014

A ira de um anjo

A Ira de um Anjo, documentário sobre uma menina, que sofreu abuso sexual, fala de uma menina e seu irmão, que foram adotados por um casal de Pastores Metodistas, nos Estados Unidos. A menina era mais que agressiva, era sádica, uma "serial killer" em potencial.

Google Imagens

Buscando respostas para tais comportamentos, descobriram no abrigo de onde as crianças vieram, que ela foi abusada sexualmente pelo pai ate os 18 meses de vida, isto é, na primeira infância. Além dos abusos, houve violência, negligência, abandono.

O caso da menina no documentário é extremo, pois ela foi abusada na primeira infância, isto é, a base do desenvolvimento físico, emocional, relacional e comunicativo, além do desenvolvimento intelectual e social.

Se esta criança, em seus primeiros anos de vida, sofreu tanta violência, ela acaba aprendendo tudo errado, desenvolvendo-se em um ambiente doentio e violento, isento de AMOR, logo, esta criança simplesmente não sabia amar e tão pouco sentir amor por qualquer ser, seja pessoas, plantas ou animais. E a pior das consequências, é a vontade de ferir ou de matar, sem sentimento piedade ou culpa.

Catherine apresenta todos os sintomas do Transtorno de Desvio de Conduta, patologia prevista em crianças que tiveram privação emocional nos primeiros contatos com o mundo e/ou algum tipo de abuso. Sim, Cat sofreu abuso sexual infantil, cujo agressor foi o pai biológico. Agora, a menina não tem qualquer possibilidade de afeto ou empatia (se colocar no lugar do outro). Antes do tratamento, só raiva e medo são emoções que a menina conhece. Ela não tem ideia do que seja afeto, confiança, respeito, amor.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ficarei feliz em saber sua opinião